Páginas

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Quero ser grande



"O que você vai ser quando crescer?"

Sorrio cada vez que escuto essa pergunta, lembro-me de todas as respostas que dei, algumas até um pouco ridículas, e de como quando a hora da escolha de verdade chegou eu me desviava dela respondendo apenas "grande". Quem nunca disse que queria ser astronauta, bailarina, professora ou até mesmo modelo - coisa que meu 1,64m de altura e meus 53kg não me permitiram ser - quem nunca sonhou com carreiras mirabolantes em que tudo era ação e aventura. Eu sempre me imaginei correndo o mundo, ou então sendo famosa e aparecendo na TV, hoje vejo que isso não tem nada a ver comigo.

Antes de fazer meu vestibular pesquisei em diversos sites, busquei eliminar tudo o que eu não queria no meu futuro, e acreditem, acabei escolhendo uma profissão que nunca me passou pela cabeça. Faz dois anos e meio que curso Engenharia Civil, já surtei diversas vezes por não conseguir me imaginar de capacete e coturno em uma obra mandando em pedreiros que provavelmente saberão mais do que eu no início como as coisas funcionam na prática, mas em todas as vezes que enlouqueci não consegui me encontrar fazendo qualquer outra coisa. É verdade que amo de mais as letras, mas escrever pra mim é uma distração, minha válvula de escape, e por isso acredito que não iria dar certo usar mais palavras ao invés de números na minha futura profissão.

Tudo é muito confuso, foi difícil escolher o que eu faria Pelo resto da minha vida... - sim, eu já falei disso aqui no blog, e por isso segue o link - mas acredito que seguindo a nossa intuição tudo se ajeita. O importante no fim é você conseguir se encontrar, fazer algo que além de lucro te dê satisfação, pois trabalhar em algo que te dê prazer não tem preço.

Hoje, enquanto faço mais um projeto de esgoto, calculo a estrutura de um prédio ou vejo o raio que a curva de uma estrada deve ter eu só penso que no futuro o que eu quero mesmo é ser grande, ou melhor, uma grande engenheira.

2 comentários:

As Flores e Eu disse...

Que assim seja!!!

little Tay disse...

Pelo menos faremos alguns cálculos parecidos. Asuahsuahsuahs
Ser engenheira é um máximo. Imagina só o charme: uma mulher de capacete e coturno? Só espero que sejamos as tais.
Beijos