Páginas

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Confusão



Quisera eu apenas uma vez poder ver tudo diferente. Tirar de mim meus pensamentos e meus sentimentos, colocá-los sobre a mesa e poder analisar assim cada mínimo fragmento deles. Estou cansada dessa eterna confusão de pensamentos sentimentais e sentimentos racionais.

Eles me enlouquecem, e eu fico assim, estática sem saber o que fazer.

Sim, eu não encontro mais o "fio da meada", o mapa do caminho que eu deveria seguir, e agora estou aqui perdida.

Porque eu disse não quando deveria dizer sim? E porque agora que tudo o que você precisava era de um não o que eu mais quero é dizer que sim, sim e sim?

É ridículo, é loucura, eu sei. Mas eu sou assim: ridiculamente louca.

Me tira da tua vida que é melhor, me manda tirar férias de ti e até de mim mesma, só não me deixa aqui, enrolada nos meus próprios nós.

Me manda me livrar de tudo, principalmente de mim mesma.

Um comentário:

As Flores e Eu disse...

Sei exatamente como é isso.
Gostei do texto.