Páginas

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Pra guardar dentro dela...


Fechou os olhos, assim de repente, como se quisesse guardar a cena para sempre. Cada som, cada cheiro, cada mínimo toque. Eternizar dentro dela. Cada mínimo segundinho.

Os dedos dele enroscando de leve em seu cabelo, o vento colando a camisa dele junto ao corpo não tão definido, os olhos cor de mel que se fixavam nos dela, o riso ridículo que a fazia rir também, o cheiro da pele dele perto da sua, a voz dele sussurrando uma musica qualquer no seu ouvido.

Esses momentos ela guardou. Por isso fechou os olhos.

Não queria vê-lo indo embora, não guardaria a calma no rosto dele, as palavras que ele disse em alto e bom som, o cheiro da loção pós barba que tanto odiava, o cabelo dele molhando por causa da chuva, o som da porta batendo, o carro se afastando, ele indo embora para não mais voltar.

Preferia as lembranças boas, quando ela tinha certeza que ele a amava. Então fechou os olhos, selecionando as imagens que ficariam em sua mente e evitando as que não queria lembrar. Abriu os olhos e ficou ali, olhando a chuva que caia sem parar, sentindo o cheiro da terra molhada e se preparando para as novas lembranças que precisava arrumar.







ps: sou péssima em títulos, e esse é mais uma prova disso.
ps 2: me avisem se a letra do blog ficou estranha, porque aqui no meu pc ela varia de normal pra algo muito estranho dependendo de como a página carrega (paoksoakspokas sim, meu pc é louco)

2 comentários:

Georgia Soares disse...

Adorei esse texto! É tocante, e dá uma bela imagem. Gostei do seu estilo.

Taay disse...

Seguindo*-*
Segue?
http://diarioschuh.blogspot.com/