Páginas

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Essa Nossa Humanidade

Nós humanos temos características um tanto quanto peculiares, algumas delas não se resumem a apenas algumas pessoas, mas a maioria da população. Um exemplo dessas características é a falta de solidariedade, sentimento esse que, na maioria das vezes, é utilizado poucas vezes e somente em casos extremos.
Milhares de pessoas se mobilizaram para doar sangue quando a modelo precisou, várias doações foram mandadas à Santa Catarina depois da enchente. Noticias assim deixam a todos chocados: a perda de uma vida tão cedo e o sofrimento de várias pessoas que perderam suas casas realmente nos entristece. Porém esquecemos que não é somente nesses momentos que as pessoas precisam ajudar umas as outras.
Grandes catástrofes, principalmente aquelas que ganham repercussão na mídia, têm o poder de “acordar” o lado mais humano das pessoas. Porque é tão bonito ajudar as crianças da África se viramos o rosto quando vemos uma criança pedindo comida na rua? Porque é tão importante ajudar aquele famoso se não fazemos questão de pensar nos doentes que sofrem todos os dias? Porque nos mobilizamos tato para ajudar as pessoas que estão tão longe e não somos capazes de olhar para os lados e ajudarmos os que estão à nossa volta?
O mundo seria bem melhor se todos parassem de apenas olhar para o seu próprio umbigo e ser solidário porque é uma atitude “bonita”. A verdadeira solidariedade deveria ser a maior característica dos seres humanos, e não apenas mais uma.

4 comentários:

Caá disse...

A mídia sabe fazer a cabeça das pessoas, mas pra ajudar eles, e não a nós mesmos.
que um dia pode ser nós que seremos afetados.

beijoo amr ;*

R.Vinicius disse...

A grande maioria das pessoas só ajuda em casos extremos porque há a religião do outro lado. O que é certo? O que é errado? Vou para o céu ou o inferno? São por dúvidas como essas que o homem quer se salvar e lança ao mundo uma solidariedade um tanto quanto egoísta. A mídia também em parte controla a sociedade e nesse circo de aberrações há as pessoas que são vistas como palhaças.

Abraço,

R.Vinicius

Aquela tal de brito disse...

está super certa
as pessoas adoram abrir a boca pra falar criticar dá opnioes mas ninguem levanta e ajuda mais niguem!
está tudo muito precario hj em dia.

beijos;*

Querido Diário Otário disse...

Adorei o certo.
Tem toda razão. Assino em baixo.

Mas parece que pro povo 'acordar pra vida' precisa acontecer alguma catástrofe que a mídia divulga.

Infelizmente é a relidade do nosso povo.

Beijos doces ;*