Páginas

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

...

Ela se perde em meio a labirintos que ela mesma cria. Procura por finais sem encontrar inicios. Escondendo lágrimas, mostrando sorrisos. As palavras certas no momento certo. Por que é tão difícil chorar? Nesse lugar onde ter tudo pode não significar nada, e nada muitas vezes é tudo o que se tem, ela se perde em um turbilhão de idéias e sentimentos. Idéias desconexas. Sentimentos desconexos. Palavras desconexas... Talvez ela apenas queira rir de tudo sem motivo, ou se fogar em suas próprias lágrimas. Talvez ela seja alguém querendo manter os pés firmes no chão, ou apenas voar alto acima das nuvens. Talvez ela seja uma criança que não quer crescer, ou uma adulta querendo encarar o mundo de frente. Talvez ela queira ser livre e seguir sozinha seu caminho, ou talvez deseje profundamente se prender a alguém. Talvez ela seja alguém tentando entender o mundo inteiro, ou somente mais alguém tentando entender a sim mesma...

5 comentários:

⋆ vєєrônica ⋆ disse...

Oiii, te acompanhando tá,, me acompanhe tbm tá.
beiijoss lindo akki

Mayana Carvalho.♥ disse...

São as tipicas brigas internas que eu tenho dentro de mim mesma a todo tempo..

Amei a forma como escreveu, a confusão foi perfeitmente escrita!

Beijos

Varda disse...

Isso,será um conflito eterno...

Aquela tal de brito disse...

talvez ela devesse tentar para mais de se esconder, se quer corar que core grite em qualquer lugar...
talvez ela seja apenas mas uma pessoa que nem sempre tem tudo planejado ;~
amei seu texto, lindo e complexo ;D

beeeijos;*

charmingworld disse...

Me identifiquei muuuito c/ esse texto.
Um turblihão de dúvidas e conflitos...

BjOO*